Forum Posts

sequeira.braga
Jul 02, 2021
In Tecnologias de Informação
A NOS concluiu um empréstimo de 150 M€ para melhorar a sua eficiência energética num contexto de descarbonizarão . Trata-se de um financiamento relevante para a eficiência operacional , mas que não ataca os problemas estratégicos da empresa A implementação do 5G vai exigir um significativo volume de investimentos num momento em que o 4G ainda não está amortizado e vai implicar necessariamente uma redução do cash flow dedicado à distribuição de lucros . Por outro lado a empresa estará a competir com concorrentes internacionalizados enquanto a NOS falhou a sua necessária internacionalização. E neste momento as oportunidades são poucas e caras 1 As 2 cash cows da SONAE ( MODELO CONTINENTE e NOS ) falharam a globalização e vão pagar por isso .
0
0
3
sequeira.braga
Mar 10, 2021
In OPAs e IPOs
Como é possível que o Conselho de Administração da Navigator admita , no quadro da OPA da Sodim à Semapa, que a sua empresa apenas valha 1.000 milhões de euros , quando o mercado aponta para mais de 1.850 M euros ! Tendo em conta as idóneas avaliações da Semapa de entidades como a Caixa |ESP( intermediário financeiro da OPA ) , a Caixa Bank BPI, a JB Capital Markets ,a United First Partners ( UFP ) , as quais apontam para valores da ordem dos 17,5€ por acção como é possível que a Sodim se queira apropriar de mais de 500 M € sem os repartir com os demais pequenos investidores ? Como é possível que a Sodim se queira apropriar do lucros não distribuídos em 2020 e dos lucros que terão de ser distribuídos em 2021, num montante para os pequenos accionistas , da ordem dos 45M€, capturando-os para si ? Ou a Sodim muda de Conselho de Administração ou os Pequenos Investidores nunca mais serão seus parceiros no mercado de capitais .
1
5
58
sequeira.braga
Feb 05, 2021
In Energia
Desafios Estratégico e Operacional.Os resultados previsiveis da GALP em 2020 revelam a existência de profundos problemas quer ao nivel estratégico quer ao nivel operacional ,numa conjuntura dificil e incerta de crise económica nacional e mundial. Em 2020 a empresa terá perdido 5,1B € de capitalização bolsista ;os seus capitais próprios deverão diminuir em mais de 1,3 B€,; a sua cotação perdeu mais de 41% de valor passando de 14,9€ para apenas 8,75€. Os seus Rendimentos reduziram-se de 16,6B€ (2019) para 8,8 B€(2020). A GALP actua em 2 distintos mercados :em 2 mercados locais (Portugal e Espanha predominantemente no negócio da distribuição de energia -petroleo , gas e electricidade ) e no mercado global da produção e venda de petróleo e de gas . Nos 2 mercados locais a crise económica atingiu duramente o Transporte aéreo, fortemente o transporte rodoviário e significativamente o transporte maritimo.O fecho das fronteiras ,o confinamento das pessoas em casa e a quebra do comércio mundial afectarma gravemente os rendimentos comerciais da GALP.As vendas fisicas de produtos petroliferos e de gas natural para clientes diminuiram ambas 28%. Já no mercado global a GALP foi atingida pela baixa significativa do preço do Brent( de 63USD para 43USD ), o que afectou o seu principal produto-a venda do petróleo a nivel internacional.E também as necessidades de refinação.Em 2020 a GALP vendeu menos 13% de produtos petroliferos , em termos fisicos. Ao nivel dos seus resultados operacionais a empresa vai registar em 2020 uma queda do seu EBITDA para cerca de 1600M €, menos 30% que o obtido em 2019(2.250M€). Estimamos que os Resultados Liquidos da GALP sejam da ordem dos -100M€ , o que contrasta vivamente com os obtidos em 2019 no montante de 560M€. Em termos de investimento a GALP terá investido cerca de 1.000M€ em 2020 , mais 17% do que em 2019 (855M€). Ao nivel do FCF ( Free Cash Flow ) gerado em 2020 a empresa deverá registar uma queda brutal de cerca de 922M€ em 2019 para um valor de 0 em 2020, o que vai impactar necessariamente, quer o nivel de investimento futuro , quer a politica de dividendos relativa a 2020. O Endividamento Liquido da empresa agravou-se sensivelmente de cerca de 1,5B€ para 2,1 B€, ou seja mais 600M€. No entanto importa reconhecer que a empresa tem em caixa cerca de 1,7 B €, o que lhe confere uma significativa robustez financeira .Neste dominio importa relevar que o ratio Net Debt/ EBITDA passará de 0,7X(2019) para 1,3X ( 2020).
0
3
16

sequeira.braga

More actions